Uma visão ampliada do que é alimento:
A mudança desse olhar carrega consigo uma visão ampliada do que é alimento e da sua fonte de recursos. Por exemplo: alimentar-se da energia do ar através da respiração ritmada justifica um programa diário de atividades físicas que normalmente não consideramos como momentos de alimentação. E nem o tempo que nos dedicamos à produção de alimentos na horta (energia da terra) ou nas preparações culinárias em grupo que favorece trocas de “alimento humano e afetivo”. No Terrapia tentamos criar um ambiente favorável a saúde, ainda que na zona urbana, e tornar essas práticas “alimentares” a nossa rotina.

Comer com vida e saudar a vida.

Fonte: www.terrapia.com.br

Comments

comments