Por quê existe tanto sofrimento no mundo?
Aonde estava Deus quando exterminaram os judeus no holocausto? O genocídio ucraniano, por Stálin? Os dois genocídios da armênia e de Ruanda? Em todos os massacres…?

Revoltando, um homem que perdeu sua familia na guerra, subiu até o topo de uma montanha para gritar aos céus…

– Aonde você está seu Deus indiferente! Seu Deus sem piedade e poder sobre os homens… Seu fraco, covarde, insensível.
E caiu de joelhos e se pos a chorar. As lágrimas escorriam dos olhos, gotas de amor, e levavam energia aos anjos em forma de maná.

Somente pelas lágrimas, os anjos podiam se manifestar.

Então, os anjos sussuraram intuitivamente na alma deste homem que, cansado e triste, se sentou em lótus e se pós a meditar.

Quando fechou os olhos, pode compreender quem era Deus… E foi exatamente assim, em um sonho lúcido, ele viu a imagem de uma criança, um bebezinho, tentando andar, brincando, com carinhas caricatas: sorria, chorava, fazia gracinha.. E percebeu que Deus é uma criança se autodescobrindo…

Abriu os olhos e viu-se como parte integral deste Deus se experimentando, em cada partícula, cada folha, cada espectro de vida.

E fechou os olhos novamente, meditou mais um pouco e viu dentro de sí, a responsabilidade de ser parte do Deus que esperava.

Pois Deus nasce da profunda ação e nós só o encontramos na profunda meditação, porque para esse Deus está tudo sempre bem, tudo o que acontecer, mas somente estará satisfeito, quando estiver no silêncio interior e descobrir o principio de tudo e o real significado de estarmos vivos, para que possamos fazer com que o Deus que esperamos viva e se manifeste na vida, através de nós… Para encontrá-lo, há de saber caminhar nos planos mais densos e manifesta-lo no calor da sua luz. Mas a humanidade ainda é um bebe que ri, brinca, que se machuca e chora… Que está aprendendo a caminhar..

Comments

comments